sexta-feira, 9 de julho de 2010

Praliné

Praliné é um tipo de recheio a base de frutas oleaginosas e açúcar devidamente caramelizados e moídos. Servem como base de recheios para trufas, bombons e sobremesas.

A primeira ortografia que surgiu foi em 1662 era prasline em 1680 a denominação já era praliné. A origem do nome vem do Marechal francês Plessis-Prasline de onde seu cozinheiro Lassagne inventou as amêndoas tostadas com um pouco de açúcar caramelizado. O Sr. César de Choiseul, duque de Plessis-Prasline (1598-1675) foi embaixador de Luis XIII e XIV era opositor dos bordaleses que estavam rebelados contra a autoridade do rei. Logo, o duque solicita a Lassagne que invente uma gourmandise suscetível para distrair seus opositores.

Depois de conquistar seus títulos de glória, César se retirou para Montargis onde fundou a Maison de la Praline que existe até hoje. Os pralinés são tradicionalmente recheios pastosos que podem ser elaborados com 50% de amêndoas e 50% de avelãs. No processo artesanal são tostados juntamente com açúcar, e a medida que tostam, temos uma caramelização dos açúcares depois são moídos em moinho de pedra específico. Quando deixamos o praliné com pedaços mais grotescos (rústico) chamamos de praliné à l’ancienne.


Algumas boutiques na Bélgica chamam os bombons a base de praliné de pralines. No passado, na França, as pessoas preparavam o praliné nas ruas, e às vezes, substituíam-se as amêndoas e avelãs por amendoins para tornar o produto mais barato.
Já a gianduia, por vezes confundida com o praliné, é uma mistura de frutos oleaginosos com açúcar branco, fica no meio termo do praliné e do marzipã (massepain) a diferença é que para a gianduia acrescentamos chocolate ao leite e manteiga de cacau.

Um comentário:

  1. Anônimo18:39

    Ótimo esclarecimento sobre a origem do Praliné e suas diferenças com os Pralines e o Marzipan. Obrigada, Monica.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...